quarta-feira, fevereiro 22, 2017

Reserva Naval – 26.º CFORN


26º CFORN - Curso de Formação de Oficiais da Reserva Naval

(Post reformulado a partir de outro já publicado em 19 de Abril de 2009)




O Anuário da Reserva Naval 1958-1975, da autoria dos Comandantes Adelino Rodrigues da Costa e Manuel Pinto Machado, Lisboa, edição de 1992, tem sido como que uma espécie de “bíblia” no sentido de constituir, em si mesmo, bibliografia essencial de consulta ou suporte, na pesquisa de informação documentada sobre datas e acontecimentos relacionados com a Reserva Naval.

De forma simples, mas sistematizada e organizada, ali figuram as etapas mais marcantes da vida da Reserva Naval, desde a data de criação e respectiva legislação de suporte, até à constituição dos diferentes cursos, classes por que se repartiram e os 1.712 Oficiais dos 25 cursos que os integraram até 1975.

Não falta um breve descritivo de cada curso levado a efeito na Escola Naval com datas de alistamento e promoção a Aspirante, bem como algumas informações adicionais.

Se aos princípios da sua criação e implementação presidiu “...a carência de Oficiais que aumentara substancialmente e foi na Reserva Naval que a Marinha encontrou a solução que melhor se adequou às suas necessidades específicas em pessoal qualificado...”, este conceito não se esgotou em 1975 com o final da guerra mantida nos antigos territórios ultramarinos da Guiné, Angola e Moçambique ou alargada a Cabo Verde e S. Tomé.

De 1976-1992*, ano em que o “Regime de Contrato” entrou definitivamente em vigor, mais 1.878 Oficiais da Reserva Naval, no conjunto das várias classes e especialidades, desfilaram pelas fileiras da Marinha, sendo 1.215 das classes de Marinha/Técnicos Especialistas e os restantes 663 da classe de Fuzileiros.

De forma igualmente simples, mas necessariamente aleatória e limitada iremos dando conta de cada um dos cursos havidos quer na Escola Naval quer na escola de Fuzileiros, tendo presente que o último curso comum a todas as classes decorrido na Escola Naval foi o de que hoje publicamos a relação completa – o 26.º CFORN.

Foram alistados em 26 de Abril de 1976, 8 Médicos Navais, 8 Técnicos Especialistas e 14 Fuzileiros, num total de 30 Cadetes. Depois de efectuados os respectivos cursos foram promovidos a Aspirante a Oficial, em 22 de Maio de 1976 os Médicos Navais/Técnicos Especialistas e em 11 de Setembro de 1976 os Fuzileiros.

As respectivas promoções foram promulgadas nas Ordens da Armada - 1.ª série, números 29 de 9 de Junho de 1976 e 50 de 13 de Outubro de de 1976, respectivamente.


* As dificuldades de obtenção de elementos ou, em alguns casos mesmo a sua inexistência, relativamente aos cursos realizados quer na Escola Naval quer na Escola de Fuzileiros entre os anos de 1976 e 1992, limitam muito a informação possível de ser disponibilizada.

Fontes:
Arquivo de Marinha; Lista da Armada; Ordem da Armada-1.ª Série.

mls

Sem comentários: